Tradição


Feliz sábado!
Eu passei a semana inteira pensando no que eu iria falar no papo cristão desta semana, dentre tantas idéias eu queria falar sobre algo que é comum na nossa sociedade: tradição. Uma palavra bem simples mas que pode te deixar de cabelo em pé e que muitas vezes você quer evitar qualquer coisa que se assemelhe a este conceito.
Agora, que tal as tradições familiares, isso provavelmente é motivo de alegria ou brigas.
Quais são as tradições familiares que vocês ama ou não gosta de jeito nenhum (faz até cara feia só de falar)?

Eu venho de uma família de muitas tradições, e enquanto eu escrevia o texto acima eu me lembrei de algo que era muito comum no mês de Junho, a boa e velha tradição junina.
Aqui em Pernambuco é o foco do são joão e um mês antes todos já começam a preparar decoração, fogueira, e diversas coisas pra essa festividade.
Eu e meus familiares nos reuníamos sempre no sítio da vovó pra não ficar de fora dessa tradição que envolve toda a cidade, e lá soltávamos fogos, acendia a fogueira, e todo tipo de comida de milho era bem vinda! Só que este ano foi diferente, não fizemos a tradicional fogueira, nem fomos ao sítio da vovó e isso gerou um climão entre a família, fiquei impressionada em como as tradições são tão significativas e como mexe até com a proximidade das pessoas. E isso me levou a pensar em: se com as tradições do mundo as pessoas se importam tanto, porque com as de Deus eles mudam ou simplesmente esquecem?

Logo após a criação do homem, Deus nos deu o sábado; Essa tradição (e mandamento) foi para que nos lembrássemos de Deus.

" Assim, pois, foram acabados os céus e a terra e todo o seu exército.
E, havendo Deus terminado no dia sétimo a sua obra, que fizera, descansou nesse dia de toda a sua obra que tinha feito.
E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, fizera." Gênesis 2.

Muitos anos após, Deus deu aos israelitas o Santuário e os rituais a serem realizados (Êxodo 25), Deus nos programou para responder a práticas familiares e, enquanto os israelitas eram infantes em sua compreensão de Deus, ele construiu o Santuário para ser um método confiável de aprender e estabelecer um relacionamento com ele.
Também me lembro da abordagem de Jesus a respeito da Páscoa e do lindo exemplo que ele nos deu para seguir todas as vezes que realizamos a comunhão (João 13).
A Bíblia é recheada com inúmeros exemplos de tradições e todos apontam para Jesus.
Devemos nos distanciar das tradições do mundo sejam elas festivas, religiosas, familiares e contemplar as tradições que queremos abraçar para a nossa vida, as tradições de hoje em dia não contam nada sobre a gente ou nossos valores, devemos ter tradições espirituais que nos aproximem de Deus e não tradições que nos afastem dele.
Temos muito a aprender sobre as tradições dos nossos antepassados, dos nossos pais, dos nossos amigos e temos ainda mais a aprender se queremos assumir a identidade do mundo ou a identidade de Jesus como nossa.
Agora eu quero saber de você
Quais as suas tradições? Como elas te conectam com Deus?

Nenhum comentário